• Taumata Puhetini e Bruno Santos garantem vaga na triagem em Teahupoo

O Air Tahiti Nui Billabong Trials recebeu 32 surfistas (24 internacionais e 8 locais) em ondas de 3 a 5 pés, para definir as vagas dos dois trialistas em Teahupoo, que ficaram com o local Taumata Puhetini e com o brasileiro Bruno Santos.

A manhã do evento começou com ondas limpas e consistentes. Logo de cara o vencedor do evento, Taumata Puhetini, já conseguiu um score quase perfeito e mostrava que veio para fazer estragos. Quem também se destacou nas baterias foi o havaiano Koa Smith, o australiano Ryan Callinan e o português Nic Von Rupp.

Nas quartas de final as coisas começaram a esquentar e o brasileiro Bruno Santos, que já foi campeão do Billabong Pro Tahiti em 2008, despachou o californiano Taylor Clark. Na sequência foi a vez de ele eliminar o local Steven Pierson na primeira semifinal. Na segunda semifinal Ryan Callinan caiu diante de Taumata Puhetini, na bateria que rendeu aos dois as melhores notas do dia.

Na final do evento Bruno Santos jogou duro para tentar repetir sua vitória no Trials, mas o local taitiano Taumata Puhetini foi imbatível e construiu seu caminho para o topo do pódio. Foi um excelente dia de surf para todos. De acordo com a previsão um bom swell pode encostar entre esta sexta e sábado para início do Billabong Pro Tahiti, já logo nos primeiros dias de janela do evento.

Palco de batalhas históricas, Teahupoo é conhecida como uma das bancadas mais temidas do planeta e foi lá que no ano passado o brasileiro Gabriel Medina conquistou uma importante vitória sobre o mito Kelly Slater na final. O título nesta etapa foi fundamental em sua corrida pelo tão sonhado e inédito título mundial brasileiro, além de provar ao mundo sua habilidade e consistência em ondas de peso e consequência.

A contagem regressiva para o Billabong Pro Tahiti 2015 já começou e é justamente nesta bancada que os melhores surfistas do mundo estarão reunidos entre os dias 14 e 25 de agosto, para disputar um dos títulos mais cobiçados do Circuito Mundial. Fiquem ligados!

Primeira fase do Billabong Pro Tahiti 2015

1: Kelly Slater (EUA), Jadson André (BRA), Brett Simpson (EUA)
2: Owen Wright (AUS), Adrian Buchan (AUS), C.J. Hobgood (EUA)
3: Filipe Toledo (BRA), Keanu Asing (HAW), Aritz Aranburu (ESP)
4: Julian Wilson (AUS), Sebastian Zietz (HAW), Garrett Parkes (AUS)
5: Mick Fanning (AUS), Adam Melling (AUS) e Taumata Puhetini (TAH)
6: Adriano de Souza (BRA), Michel Bourez (PLF) e Bruno Santos (BRA)
7: Nat Young (EUA), Kai Otton (AUS), Dusty Payne (HAW)
8: Taj Burrow (AUS), Joel Parkinson (AUS), Glenn Hall (IRL)
9: Josh Kerr (AUS), Matt Wilkinson (AUS), Kolohe Andino (EUA)
10: Italo Ferreira (BRA), Gabriel Medina (BRA), Ricardo Christie (NZL)
11: Bede Durbidge (AUS), John John Florence (HAW), Fredrick Patacchia (HAW)
12: Jeremy Flores (FRA), Wiggolly Dantas (BRA), Miguel Pupo (BRA)

Campeões do Billabong Pro Tahiti

2014: Gabriel Medina (BRA)
2013: Adrian Buchan (AUS)
2012: Mick Fanning (AUS)
2011: Kelly Slater (USA)
2010: Andy Irons (HAW)
2009: Bobby Martinez (USA)
2008: Bruno Santos (BRA)
2007: Damien Hobgood (USA)
2006: Bobby Martinez (USA)
2005: Kelly Slater (USA)
2004: C.J. Hobgood (USA)
2003: Kelly Slater (USA)
2002: Andy Irons (HAW)
2001: Cory Lopez (USA)
2000: Kelly Slater (USA)
1999: Mark Occhilupo (AUS)

Foto de capa: © WSL / Robertson.