• Josh Enslin surfa por mais de 30 horas e bate recorde mundial

Josh Enslin comemora sessão histórica de mais de 30 horas de surf. Foto: Grant Clegg.

O sul-africano Josh Enslin, membro da família internacional da Billabong, entrou oficialmente para o Guinness World Record depois de realizar a sessão de surf mais longa da história, no pico de Pollock Beach, em Port Elizabeth, localizado no lado leste da África.

Josh enfrentou bravamente as águas congelantes e infestadas de tubarão do local por 30 horas e 11 minutos. Seus esforços superaram o recorde anterior de 29 horas e 27 minutos do norte-americano Ben Shawn na Carolina do Norte.

"A parte mais difícil para mim foi entre duas e quatro da madrugada. As condições de temperatura estavam realmente extremas e a fadiga tomou conta do meu corpo. As ondas não paravam de vir também, o que me fazia ter que ficar mergulhando o tempo todo para furá-las", explicou Josh Enslin.

Ele usou um wetsuit Billabong Furnace Carbon 4/3, com mangas e pernas longas, para mantê-lo aquecido enquanto sobrevivia aos elementos da natureza. A sessão durou dois dias e uma noite. Ele surfou impressionantes 466 ondas.

Josh Enslin enfrenta horas de surf madrugada adentro. Foto: Kody McGregor.

"Eu tive sorte por ter um wetsuit Billabong Furnace na minha bagagem de inverno, pois se não fosse por isto, eu poderia duvidar se este recorde mundial seria possível agora. Ele é tão flexível e confortável, que não me causou incômodo em nenhum momento, me senti como se estivesse surfando de boardshorts. Ele me ajudou durante a noite nas temperaturas mais baixas e manteve meu corpo em uma temperatura estável, além de me prevenir de uma hipotermia", revelou o recordista.

Como resultado desta façanha incrível, Enslin não somente entrou para o Guinness World Record, como também arrecadou US$ 2 mil para uma comunidade carente de Port Elizabeth.Estamos mais do que felizes por Josh, não só como membro da família Billabong, mas como um surfista de alma que deixará seu nome na história do esporte por muito tempo.

Além da quantidade de ondas, Josh não deixa a boa performance de lado. Foto: Kody McGregor.